terça-feira, 28 de junho de 2011

Criaturas Marinhas Mortais Infestam as Águas Britânicas

Physalia physalis

Altamente venenosas, as medusas estão mais perto de águas britânicas. O aquecimento global, está fazendo com que, em dois milhões de anos, aconteça a maior mudança na vida marinha. O aquecimento global das águas dos oceanos, está causando o maior movimento de espécies marinhas, em dois milhões de anos,  segundo um novo estudo internacional executado por 17 diferentes institutos de ciência. Entre as mudanças registradas por cientistas, que contribuem para Projeto Clamer, é o fato de que, floresce e se aglomera no Atlântico Norte, uma enorme e venenosa espécie de água-viva de águas quentes.  A Pelagia noctiluca (espécie de água-viva) “domina em muitas áreas e surtos tornaram-se um evento anual, forçando o fechamento das praias”, diz o relatório.

Pelagia noctiluca
 

”Esta forma de água-viva é um predador voraz de peixes jovens, o que os pesquisadores consideram a sua disseminação, uma tendência prejudicial.”

No entanto, houve mais notícias ruins, como o relatório, que também alertou que as altamentes venenosas “Portuguese Man o'War”, também se aproximam.  A Physalia physalis como é conhecida cientificamente, é uma criatura viva, normalmente encontrada em águas subtropicais, agora estão sendo mais regularmente encontradas, em águas do Atlântico Norte.

A pesquisa deve ser publicada este ano pelo Projeto Clamer, uma colaboração importante entre os 17 institutos sobre as mudanças climáticas e os oceanos.

Em um nível microscópico, os cientistas também descobriram plâncton no Atlântico Norte, onde não existia, há pelo menos 800 mil anos.


Fonte: Daily Mail – UK
Leia a notícia completa em inglês AQUI
Tradução: A.Mace

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...