sexta-feira, 22 de julho de 2011

Os Extremos do Clima Alertam para o Caos Climático no Mundo

Devemos estar preparados, pois a situação está piorando.

Calor Escaldante





América do Norte é atingida por uma onda de calor intensa que já afeta metade da população americana. A onda de calor que assola os Estados Unidos nos últimos dias se espalhou e atinge quase metade da população americana nesta quarta-feira, de acordo com um porta-voz da NOAA (Administração Oceânica e Atmosférica Nacional). Cerca de 141 milhões de pessoas estão sob aviso de calor extremo, afirmou Justin Kenney, porta-voz do órgão em sua conta oficial no Twitter. Segundo a imprensa americana, 13 pessoas morreram devido às altas temperaturas dos últimos dias. Há semanas o calor afeta uma grande parte do centro do país, da fronteira com o Canadá até o Texas, no sul. Estas zonas registram "níveis perigosos" de calor, que combinados com uma umidade extrema, provocam sensações térmicas recordes, segundo os meteorologistas. A região central está sendo mais afetada nos últimos dias, e a sensação térmica pode passar dos 50 graus.


Frio Polar


 Nevascas no Chile - AFP


América do Sul registra pelo menos vinte mil isolados, pelas piores nevascas em trinta anos.  Cerca de 20 mil pessoas estão isoladas, nesta quarta-feira em uma parte da Araucanía, no sul do Chile, por causa das maiores nevascas dos últimos 30 anos. O governo declarou "zona de catástrofe" na região. A forte tempestade de neve e a intensa onda de frio que atingem a região deixaram a população sem energia elétrica, sem telefone e sem comunicação de rádio em vários municípios. O sul do Chile está a vivendo uma das maiores tempestades de neve de todos os tempos, que está deixa isoladas várias vilas e aldeias. Em alguns lugares, a neve atinge os 2,75 metros. O governo já decretou a região como zona de catástrofe. As equipes de resgate tentam chegar às populações isoladas, mas as condições climáticas não ajudam. Só na localidade de Lonquimay, há 6000 pessoas impossibilitadas de sair. Oito municípios, na região de Araucanía, são os mais problemáticos. A Força Aérea está ajudando às operações de socorro e reabastecimento, mas as condições de voo muitas vezes são difíceis e colocam em risco as próprias equipes envolvidas no plano de resgate.


Comentário do Autor

Pergunto – Será que somos apenas nós mensageiros das catástrofes que estamos preocupados com o “andar da carruagem”?

A preocupação das organizações de saúde, defesa civil, governos e prefeituras,  só entra em cena para remediar as situações, que muitas vezes,  já são de morte e sem retorno. Dezenas, senão centenas de pessoas, sucumbem pela ação dos extremos do clima. Porque não pensam eles, que nós acreditamos nos números que são informados. Com certeza a numerologia de pessoas vitimadas é sempre abaixo da realidade. Por quê? Para não assustar? Ou para não mostrar a vergonha da falta de controle e de preocupação com medidas imediatas de frear a poluição ambiental, os desmatamentos, as fontes de energia poluidoras?

Tenho medo, quando imagino, um quadro de mais alguns meses no futuro, pois da forma como as coisas estão sendo conduzidas e nosso planeta reagindo da maneira que está, em breve estaremos vivendo um quadro de total caos e morte, isto se não contarmos ainda, com a presença catastrófica da queda de um meteoro ou coisa pior, para “remexer esta sopa de sujeira” que produzimos todos os dias.


A.Mace


Fontes: Euronews - Folha.uol.com.br
Colaboração: Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...