sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Blecaute Atinge Milhões de pessoas nos EUA e México

San Diego é a cidade mais afetada, com 1,4 milhão de

usuários atingidos

(Foto: Mike Blake / Reuters)


 

Notícia divulgada no portal G1

Blecaute atinge 2 milhões de pessoas nos EUA e México

As causas da falta de fornecimento ainda estão sendo investigadas. San Diego é a cidade mais afetada, com 1,4 milhão de usuários atingidos.


Da EFE


Mais de 2 milhões de pessoas no sul da Califórnia, Arizona e México ficaram sem luz elétrica nesta quinta-feira (8) por um blecaute. As causas da falta de fornecimento ainda estão sendo investigadas.

A cidade mais afetada é San Diego, onde 1,4 milhão de usuários estão sem energia. A companhia energética San Diego Gas and Electric qualificou o incidente de "um blecaute importante", em comunicado publicado em seu site. A empresa ainda alerta que a situação pode prolongar-se até a manhã desta sexta-feira (9).

Em entrevista coletiva, o diretor de operações da companhia, Mike Niggli, descartou a hipótese de um atentado, mas ressaltou que a causa da avaria ainda é desconhecida. "Acho que é a primeira vez que cai todo o sistema", apontou Niggli.

A falta de energia atingiu também o sul do condado de Orange, ao norte de San Diego, além de pontos do noroeste mexicano e Baixa Califórnia, assim como no Arizona, onde a companhia elétrica acredita que tenha acontecido a avaria.

A empresa, através de Twitter, apontou a onda de calor, com temperaturas em torno dos 40 graus em alguns pontos, como um dos fatores causadores do blecaute, que começou por volta das 15h40 locais.

O aeroporto internacional de San Diego está funcionando com seus próprios geradores de eletricidade para atender os voos que estão aterrissando e foram suspensas as decolagens até o retorno da eletricidade. A falta de energia também deixou inoperante a rede de semáforos nas zonas urbanas.


Fonte/Crédito: g1.globo.com
Link da notícia AQUI



Comentário do Autor

Parece que os efeitos das explosões solares das últimas 72 horas já estão mostrando o que podem fazer com nossa infra-estrutura de redes de alimentação elétrica. A previsão de chegada da onda de partículas era entre 9 e 10 de setembro e a carga mais forte de partículas ainda nem chegou perto.

Gério Ganimedes




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...