sábado, 22 de outubro de 2011

Erupções Submarinas Explosivas Estão Sempre em Atividade

 Foto – crédito: Joseph Resing


Erupções submarinas são responsáveis ​​por cerca de 3/4 de todo vulcanismo da Terra, mas o oceano sobrejacente e a vastidão enorme do fundo do mar torna a detecção e observação deste tipo de atividade difícil de ser monitorada. As erupções submarinas ativas observadas e analisadas pelos cientistas, até agora foram feitas no vulcão NW Rota-1, perto da ilha de Guam, no Pacífico ocidental.

Um vulcão submarino cheio de bolhas de lava incandescente - a erupção submarina, mais profunda, ativa, vista até agora - é o que lança a luz, sobre como o vulcanismo pode impactar na vida em alto mar e remodelar a face do planeta.  

Agora, pesquisadores testemunharam a erupção submarina ativa mais profunda. O vulcão em questão, é o West Mata,  que encontra-se perto das ilhas de Fiji, no Pacífico sudoeste na Bacia Lau. Aqui, a taxa de subducção - o processo em que uma enorme placa tectônica mergulha sob a outra, normalmente formando cadeias de vulcões - é o mais alto da Terra, e na região guardam os mais amplos sinais de vulcanismo submarino recente.

Os cientistas descobriram o West Mata em 2008, durante uma pesquisa no nordeste da Bacia de Lau. Erupções explosivas que foram vistas no ano seguinte, usando um veículo submarino operado remotamente ganharam nomes sugestivos - a primeira erupção foi chamada de Hades, e a segunda Prometheus, ambas ocorrendo a uma profundidade de aproximadamente 1.200 metros.


Fonte: Fox News
Link da notícia AQUI
Tradução adaptação de texto e complemento: Gério Ganimedes

Comentário do Autor

As erupções, quase contínuas, gerando um fenômeno espetacular de lava incandescente cheia de bolhas de gás, de até 1 metro de largura, gás que flui através da lava incandescente, alimentando a vida das profundezas com partículas ricas em minerais numa “sopa natural” para equilibrar a vida oceânica e também terrestre. Os ciclos são necessários em nossa vida, tanto no estágio de evolução, destruição como transformação. Não podemos e nem temos como escapar destes ciclos, fazem parte da evolução da vida em todo o universo. O que podemos, é conhecer um pouco mais, pesquisar, para poder entender o processo, mas o resultado futuro ninguém pode prever. 


“Tudo pode simplesmente terminar, tudo pode simplesmente se harmonizar, tudo pode se tranformar, mas creio que  para melhor, nunca para o pior”.



Gério Ganimedes
Direitos Reservados - Projeto Quartzo Azul ©©


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...