quarta-feira, 24 de julho de 2013

Construções na Lua - Ilusão de Ótica, Pareidolia ou Postos Alienígena Avançados?

Edição: Gério Ganimedes


Por Gério Ganimedes


Tática Militar Extraterrestre utiliza postos avançados na Lua e a NASA parece já saber sua localização


Para dar base a minha teoria vou começar pelas regras fundamentadas da física que explicam porque os planetas, estrelas e satélites naturais são todos esféricos. Planetas são redondos porque seu campo gravitacional age originando-se a partir do centro do corpo celeste atraindo tudo das cercanias para ele. Um corpo massivo com núcleo formado por altas temperaturas, em estado líquido e composto por elementos radioativos, comporta-se como um imã que durante longos períodos de tempo absorve tudo a sua volta, através do campo gravitacional de seu centro de gravidade ou núcleo. Assim forma-se a esfera, planeta, e tudo que é massivo no universo. O nome científico para este processo evolutivo de formação dos planetas é Ajuste Isostático. Diferente dos corpos massivos, os asteroides não têm formato esférico, pois seu núcleo não tem força gravitacional suficiente para criar este processo de agregação de matéria cósmica.  A lua, segundo uma das teorias, teria sido formada pelo impacto de algum planeta massivo que após o choque com a Terra, teria arrancado parte de nosso planeta formando então nosso satélite natural. Muito tempo depois, em escalas astronômicas, a lua se formou adotando a esfericidade, porém sua superfície e todo relevo, cravejado de crateras e montanhas dos dias atuais, é conseqüência do pesado bombardeio, de longos anos, de meteoros e outros corpos celestes que ali encontram seu ponto de impacto. Sabe-se que diariamente a Lua é bombardeada por meteoroides (pequenas e grandes rochas espaciais). A grande parte destes impactos passa despercebida de nós astrônomos, no entanto grandes impactos já foram registrados e deixaram cicatrizes imensas na superfície de nosso satélite natural. Entretanto não foram apenas pedras que chegaram lá antes de nós. 


Crédito: NASA

Quando sondas foram enviadas para a órbita lunar com a proposta “científica” de saber mais sobre a Lua e seu lado escuro, por trás deste mapeamento avançado, estava escondida uma razão muito maior e de estratégia militar. Em jogos de guerra, chama-se de reconhecimento do território inimigo, procedimento que os óvnis enviados pelos extraterrestres, já vem fazendo há muito tempo aqui na Terra, numa espécie de guerra fria interplanetária.  Todos os dias surgem fotos supostamente vazadas de fontes governamentais e agências de inteligência onde aparece, o que muitos chamam de ruínas na Lua, construções que no meu ponto de vista, são bem definidas e que com certeza, pertencem a complexos postos avançados de alienígenas.  São centenas senão milhares de óvnis registrados por astrônomos amadores, saindo e entrando na superfície da Lua. Não me restam mais dúvidas de que a NASA e outras agências espaciais sabem disso e até já receberam “tiro de alerta” para não se aproximarem mais com viagens tripuladas. Estamos diante de agências espaciais que sabem que é uma questão de tempo para que algo mais grave aconteça nesta troca de reconhecimento estratégico. Esta teoria não é nenhuma novidade e já foi explorada pelos diretores de cinema para a série televisiva UFO. Esta foi uma série da TV britânica, do gênero "science fiction", criado por Gerry Anderson e Sylvia Anderson, produzido pelas companhias Century 21 Production e Incorporated Television Company (ITC) e apresentado originalmente pela ITV, na Inglaterra, entre 16 de setembro de 1970 até 24 de julho de 1971, num total de 26 episódios de aproximadamente 50 minutos cada. A série explorou o tema invasão UFO, tendo como ponto de apoio desta invasão alienígena na Terra uma base Lunar de monitoramento do inimigo que de lá partia para sua missão de reconhecimento em nosso planeta. Da telinha para a realidade, porém dentro de um conceito de perigo real e imediato. As agências sabem e temem o poder tecnológico do inimigo, por isso mantém leituras do espaço aéreo lunar. A Estação Espacial Internacional é uma espécie de alfândega passiva, neste processo de monitoramento, apenas agindo como observadores ou guarita de alerta. Penso que, os inúmeros eventos já registrados através das câmeras da ISS, têm um peso muito maior do que a NASA tenta esconder na balança científica pública, no entanto mesmo diante desta enxurrada de avistamentos, fotos de obeliscos e estruturas na Lua nós devemos ser cautelosos e ter discernimento para identificar o que é pulverizado com conteúdo falsificado e inútil. Eles existem e são reais. A grande diferença entre a tecnologia deles e a nossa, são os milhões de anos luz de diferença.

Texto: Gério Ganimedes
Colaboração: Perva Ganimedes

Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Projeto Quartzo Azul©© e Corneta Diário©©

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Universo - Realidade ou Ilusão?

Matrix – 1999 
Créditos: Warner Bros.


Por Gério Ganimedes


E se nossos sentidos estiverem nos enganando, e toda existência for apenas uma ilusão? Nossos sentidos podem facilmente ser enganados e nem sempre o que vemos é real. Nosso cérebro muitas vezes é traído por sinais mal interpretados por nossa visão. Partindo desta premissa, cientistas apresentaram no portal Fox News e Live Science, uma nova concepção de “realidade” - A visão que temos do universo é real? 

Aproveitando-me desta plataforma de pensamento e observando o universo deste ângulo, uma questão surgiu no horizonte hipotético: Seriam os óvnis equipamentos de manutenção de um mundo ilusório em que estaríamos vivendo?

Nesta versão de existência, como uma espécie de realidade holográfica, poderiam estes veículos, serem administradores de uma ilusão que nos mantém presos aos nossos próprios sentidos? Esta óptica de mundo virtual já chegou até nós através do cinema, com um filme que envolve uma raça alienígena que mantém homens como baterias que alimentam seu mundo real, enquanto seres humanos são aprisionados num mundo ilusório. Matrix apresenta apenas uma pequena biosfera do que poderia ocorrer em todo universo. O que vemos através de nossa limitada visão pode ser muito diferente do que vislumbramos. No filme “O Show de Truman” de 1998, o personagem vivido por Jim Carrey (Truman), condicionado a viver dentro de um cenário para um programa de TV, em determinados momentos de sua vida, percebeu a presença de estranhos e câmeras controlando suas atividades, mas ele não sabia explicar o que eram e nem o que queriam, assim como nós diante dos óvnis. 


Dentro desta criação hipotética, pense que poderíamos ver estes fantásticos veículos extraterrestres e luzes misteriosas em momentos onde uma falha da ilusão nos coloca de frente ao universo real. Esta massa de idéias cria muita confusão em nossos pensamentos, no entanto pensar que uma pequena esfera azul com vida, suspensa por forças cósmicas ainda desconhecidas de nós, vaga através de uma malha com fronteiras infinitas é algo tão vago e incalculável que colabora com esta nova janela teórica dos cientistas. Assim, se todos estes veículos e raças alienígenas, que são relatados por testemunhas e até mesmo vistos por nós, são parte de um plano de manutenção do universo criado para nós, podemos até entender porque ainda não fizemos CONTATO. Manter operários, trabalhando numa biosfera ilusória, dá muito trabalho e a talvez, exija a presença constante destes administradores cósmicos.

Texto: Gério Ganimedes
Colaboração especial: Perva Ganimedes 

Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Corneta Diário©©

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Alienígenas na Terra – Atrás da Cortina da Nova Ordem Mundial

 Fotograma extraído do Curta Metragem
Nave com tecnologia de invisibilidade
Edição: Gério Ganimedes

Parte I

Por Gério Ganimedes

Quando o líder de uma grande potência expressa suas idéias para o mundo e inclui em sua mensagem, que a única maneira de unir todas as nações da Terra seria através de um inimigo em comum, posso me arriscar a dizer que o plano de um governo único para o planeta já está há muito tempo em processo. O ex-presidente americano Ronald Reagan em um de seus discursos lançou a pergunta ideia O que seria necessário para unir o mundo inteiro?” A famosa pergunta que Reagan apresentou em meio à discurso, no decorrer da Guerra Fria, abriu um portal para um novo universo, de que a possibilidade de sermos atacados por aliens existe e que diante de um quadro de invasão alienígena todas as nações se unirão para um combate interplanetário. O canal do Alex Jones no Youtube apresentou um vídeo curta metragem com o conteúdo submerso do ataque de falsa bandeira. 

Clique no ícone 
para assistir o vídeo

Desde que os DRONES (aeronaves não tripuladas) com a forma clássica de discos voadores começaram a aparecer, o grupo de céticos que defende a não existência dos óvnis, passaram a ter seus argumentos reforçados por esta nova tecnologia, dizendo que tudo que é visto pelos defensores da ufologia não passa de tecnologia humana avançada.  No entanto, a difusão e a proliferação de vídeos, fotos e relatos de avistamentos de óvnis, misturada às novas tecnologias tem um propósito muito maior. Confundir parece uma técnica muito eficiente para atordoar os ufólogos e entusiastas da área. A idéia é fixar na mente dos que não opinam ou não sabem sobre os aliens, a imagem pré-concebida de que devemos nos unir no caso de uma invasão extraterrestre, e assim, como numa Babel Reconstruída, os mais de sete bilhões de habitantes do planeta vestiriam a farda de guerreiros terrestres sob o comando de uma língua universal, à sombra de um governo único (Nova Ordem Mundial).

Drone 

Esta concepção “artística” de uma Nova Ordem Mundial tem tudo para dar certo, entretanto esta trama global de longa data é seguida de perto pela presença real extraterrestre. Diante das recentes declarações, no mínimo suspeitas, de Edward Snowden, de que o governo americano “não sabe o que fazer com os ÓVNIS” ficou ainda mais claro, observando o encaixar das engrenagens dos fatos, que todos os incidentes de naves alienígenas abatidas, jatos que perseguiram discos voadores, óvnis registrados nas missões espaciais da NASA, supostos tratados com raças alienígenas e toda a política de acobertamento adotada pelos governos, estão no limiar do Dia da Divulgação Extraterrestre.

Vejo o nascer de uma nova era, como um dia sombrio, em que nós humanos estaremos sendo atacados por nós mesmos, com tecnologia extraída da engenharia reversa alienígena, criando um cenário de simpatia política internacional ao bom estilo “Independence Day”. Esta confusão mental introduzida em nossos pensamentos, através de filmes que apresentam encontros e batalhas sangrentas entre raças alienígenas cabeçudos bonzinhos, seres com aspecto angelical e reptilianos carniceiros e assassinos, já foi absorvida por muitos, então na hora H quando tudo acontecer, mesclada ao verdadeiro CONTATO que já estará em andamento, não saberemos mais distinguir quem é bom e quem é mau, restando apenas aceitarmos a NOVA ORDEM MUNDIAL como ícone do nosso patriotismo planetário.   

Texto: Gério Ganimedes
Colaboração: Perva Ganimedes

Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Corneta Diário©©

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Óvni no Popocatepeti – México

Edição de imagem: Gério Ganimedes

Por Gério Ganimedes
  
Sabemos que os óvnis têm uma forte ligação com vulcões. No dia 11 de julho de 2013 o Popocatepeti começou a cuspir cinzas a uma altura de cerca de dois quilômetros em reação à erupção no cume do monte de 5,450 metros de altitude, e curiosamente no dia 16 de julho, foi registrada, atividade óvni nas proximidades do vulcão mexicano.  O vídeo abaixo foi capturado da webcam que monitora o vulcão. Mesmo com o baixo frame rate do vídeo podemos observar o deslocamento do objeto que com relação à distância do ponto de gravação e por ser uma câmera com grande abertura, o óvni deve ter entre 20 e 30 metros de largura.


Disclose.tv - UFO near Volcán Popocatépetl 16 july 2013 OVNI (Objeto Volador No Identificado)


Texto: Gério Ganimedes
Colaboração: Perva Ganimedes
Vídeo - Fonte/créditos: DiscloseTV - greyhunter2013
Fonte da notícia: Euronews

Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Corneta Diário©©


quarta-feira, 17 de julho de 2013

Aliens Podem Estar Utilizando Tecnologia de Invisibilidade

Califórnia EUA - UFO EXAMINER
Frota de Óvnis ou Sondas Extraterrestres?

Eles já chegaram... Só Estão Invisíveis


Por Gério Ganimedes


Estariam os extraterrestres mais próximos de nós do que imaginamos? Sondas INVISÍVEIS enviadas por civilizações desconhecidas já poderiam estar em nosso sistema solar.  Matemáticos escoceses acreditam que as sondas espaciais robóticas “auto-replicantes", enviadas por civilizações alienígenas já poderia estar em nosso sistema solar. O estudo da Universidade de Edimburgo adverte que estas sondas são provavelmente, construídas com alta tecnologia e não aparecem para nós, pois não temos tecnologia avançada o suficiente para detectá-las.


O que está na frente deste rastro fantasmagórico no espaço?

Os matemáticos Duncan Forgan e Arwen Nicholson acreditam que raças alienígenas poderiam ter enviado sondas através das estrelas com tecnologia altamente avançada, invisíveis e que podem estar cobrindo todo nosso sistema solar rapidamente. Os pesquisadores analisaram como uma frota de sondas poderia viajar através do espaço, em um artigo publicado no International Journal of Astrobiology. Mais além, eles disseram que as sondas podem, quem sabe, se auto-replicar, construindo novas versões de si mesmas a partir da poeira e do gás das estrelas, enquanto viajam através do espaço. Segundo o estudo dos cientistas, estas sondas já poderiam estar em nosso sistema solar. O Dr. Forgan pensa que, só porque nós não vimos nenhuma dessas sondas, não significa que estamos sozinhos na nossa galáxia.

Texto traduzido e adaptado: Gério Ganimedes
Fonte: Daily Mail – UK
Leia a notícia em inglês na íntegra AQUI
Colaboração: Perva Ganimedes



Comentário do Autor




Em meio à queda da MIR, óvnis aparecem por todos os lados. A estação orbital MIR ultrapassou a atmosfera terrestre se desintegrando em segundos, um pouco antes das 3 horas da madrugada do dia 23 de março de 2001 (horário de Brasília).

Fonte do vídeo: Youtube – Danny lampkin

Com uma notícia no mínimo auspiciosa, para os ufólogos, os cientistas parecem estar correndo contra o relógio para tentar justificar, mesmo antes de alguma prova maior vinda diretamente das imagens constantes captadas pela Estação Espacial Internacional, que os Extraterrestres já estão aqui. Para depois não terem que engolir em seco em meio a desculpas esfarrapadas, de que nada sabiam da existência deles. Muito confortável para eles, estudos e publicações oficiais como no Jornal Internacional de Astrobiologia.  Sabemos que todos estes avistamentos de óvnis no planeta e em nossa atmosfera, com registros quase que diários de frotas de naves extraterrestres, não poderiam ser outra coisa, que uma invasão de nosso espaço planetário, no entanto continuam sempre com este blá-blá-blá de desculpas técnicas sem coerência e que não explicam o que todos nós ufólogos já estamos cansados de saber – Eles estão entre nós.


Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Projeto Quartzo Azul©©

terça-feira, 16 de julho de 2013

Resíduos ou Rastros de OVNIS

Cabelo-de-Anjo
Foto: © Brian Boldman



É real, pode ser tocado e tem até sabor...


Por Gério Ganimedes


O Angel Hair ou Cabelo-de-Anjo,  é uma substância, segundo alguns ufólogos, que é produzida por óvnis, quando sobrevoam regiões em baixa altitude. Esta substância misteriosa também já foi chamada  de "teia de aranha doce"  ou "fios de gelatina". Normalmente aparece, voando, em pequenos fios aglomerados, em parques, campos e até mesmo em centros urbanos.  Uma curiosidade é que o Cabelo-de-Anjo foi relatado, em aparições da Virgem Maria. Esse fato tem intrigado os antigos crentes sobre vida alienígena, e tem sido usada como uma possível indicação da influência extraterrestre em relatos recentes de avistamentos da Virgem Maria e Jesus. Relatos históricos mostram que a substância se desintegra, ou evapora, em um curto espaço de tempo após sua formação.  Uma teoria divulgada, por ufólogos e estudiosos da área é que a substância é ar gelado ionizado através de um campo eletromagnético muito forte. O maior incidente com produção de cabelos de anjo ocorreu em Oloron, na França, em 1952. O evento foi caracterizado por uma grande quantidade de avistamentos de aeronaves sem explicação.

Em 1477, no Japão, foi relatado que um material semelhante a algodão branco caiu seis horas depois que um objeto luminoso atravessou o céu.  Em 1702, mais uma vez no Japão, ao meio-dia, pessoas presentes no local alegam ter visto o sol mudando de cor para um vermelho-sangue. Logo em seguida, finíssimas  cordas de uma substância semelhante ao algodão branco foram contempladas caindo no chão. Em 02 de novembro de 1959, na cidade de Évora em Portugal, uma amostra de cabelo de anjo foi coletada e analisada por técnicos das forças armadas e os cientistas da Universidade de Lisboa. Conclusões afirmaram que a substância era tão avançada que poderia  ser um organismo unicelular de algum tipo, algum tipo de produto vegetal. A partir daí, religiosos e ufólogos que cruzam teorias entre óvnis e assuntos de base religiosa, têm ligado referências na Bíblia para o fenômeno Cabelo-de-anjo, ao Maná que significa seiva de tamarisco. O livro bíblico de Êxodo o descreve como um alimento produzido milagrosamente, sendo fornecido por Deus ao povo hebreu, liderado por Moisés, durante sua estada no deserto rumo à terra prometida. Diz-se que seu sabor lembrava bolachas de mel, ou bolo doce.  Ainda segundo a Bíblia, o maná era enviado diariamente e não podia ser armazenado para outro dia. Também não era fornecido aos sábados; por isto Deus enviava uma quantidade maior às sextas-feiras, e neste caso o maná podia ser guardado para o sábado sem se deteriorar.

Assista ao vídeo para completar a matéria AQUI

Tinha 12 anos quando tive o primeiro e único contato com esta substância. As características eram de algodão doce e sua aparição aconteceu em um campo, céu aberto sem nuvens, sem nenhuma árvore num raio de aproximadamente 2 km. O fato ficou gravado em minhas memórias porque tive a curiosidade de colocar na boca e sentir o sabor adocicado da misteriosa substância. Poucos minutos depois a substância desintegrou-se entre meus dedos.


Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Corneta Diário©©


sexta-feira, 12 de julho de 2013

Edward Snowden e os OSNIS

 



Por Gério Ganimedes


OSNIS na Bíblia - JONAS 1:17

“... O Senhor ordenou que um grande peixe engolisse Jonas. E ele ficou dentro do peixe três dias e três noites...”.

Se interpretarmos esta passagem bíblica, com o conhecimento tecnológico atual e a visão que temos do mundo hoje, o “peixe” de Jonas nada mais foi do que um OSNI (Objeto Submarino Não Identificado).


Numa espécie de dejavu da política conspiratória internacional, surge um novo Julian Assange nos cabos da rede mundial de computadores. Edward Snowden, responsável pelo vazamento de documentos de vigilância da NSA (National Security Agency) Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos, aparece agora como um novo representante da divulgação da verdade, assim como o nome Wikileaks, que logo em seguida teve seu representante aparentemente silenciado. Segundo fontes o testemunho de Snowden contém informações de que os altos escalões do governo não sabem o que fazer com os OVNIS, e que a história oficial de que todos eles sejam apenas balões meteorológicos ou fenômenos naturais, foi claramente rejeitada.

Os documentos oficiais falariam sobre OVNIS como tecnologias guiadas por uma inteligência além da nossa, que os avistamentos mais credíveis e inexplicáveis são de veículos que foram vistos saindo do fundo do mar em fontes hidrotérmicas e ou entrando diretamente na órbita solar. Todo este conhecimento governamental viria através de sistemas de rastreamento de mísseis balísticos e sonares localizados em alto-mar, mas que são mantidos como segredos de Estado.




Os OSNIS e OVNIS estariam como já falamos antes no Projeto Quartzo Azul, utilizando-se dos vulcões terrestres e submarinos (entradas termais do planeta). Parece que os visitantes têm tecnologia resistente ao calor, já que muitos estão sendo vistos nas proximidades dos vulcões e também do Sol.

De acordo com informações do Internet Chronicle, com base em supostas declarações de Snowden, os cientistas não têm acesso aos dados sobre esses objetos voadores não identificados. No entanto a maioria dos funcionários da DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency) sabe, segundo informações, com certeza, que existe uma espécie mais inteligente do que o homem habitando o manto terrestre. Com o caminhar suave, da silenciosa e implacável linguagem dos fatos, sabemos que falta muito pouco para cair o muro que esconde a verdade, mas resta saber se estes laranjas que surgem para revelar a verdade, não são silenciados pelo poder financeiro. Será uma nova estratégia governamental de divulgação em conta-gotas do conteúdo total que em breve saberemos? Alguém sabe como está Julian Assange do Wikileaks? Até quando Snowden falará? Quanto e qual a importância do que será dito?


Os textos que surgiram depois das declarações, falam que as agências secretas repassam aos presidentes boletins diários sobre a atividade OVNI no planeta e ou em seus territórios e que os analistas envolvidos acreditam que a tecnologia extraterrestre é tão avançada, que temos muito pouca chance de sobrevivência em qualquer guerra em potencial.

Em se tratando de segurança planetária, é mais do que lógico que divisões como CIA, FBI, NSA e outras tantas siglas de organizações secretas, que nem sequer ouvimos falar, se envolvam num tipo de projeto, de ao menos observar e saber o que está sendo usado de tecnologia ou realizado pelos invasores em nosso planeta.  Acredito que somos meros observadores, que de tempos em tempos, quando a situação oferece chances, abatemos um Disco Voador entrando ou saindo de nossa atmosfera, para estudar as fraquezas ou a força do invasor. No entanto, se esta atividade extraterrestre está acontecendo em nossos oceanos desde os tempos bíblicos, podemos concluir que mesmo diante das inúmeras tentativas secretas das agências de segurança e forças militares terrestres e espaciais (NASA) de assustar o invasor, eles jamais deixarão de nos visitar, pois não somos os verdadeiros donos da Terra.

Texto: Gério Ganimedes
Pesquisa e colaboração: Perva Ganimedes

Snowden falou no Twitter que em breve estará liberando mais documentos secretos do governo sobre Chemtrails. Estamos ligados...Veja aqui em breve!


Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Corneta Diário©©


quarta-feira, 10 de julho de 2013

Documento Comprovaria Famoso Caso de Abdução Alienígena?



Por Gério Ganimedes
 

Um famoso caso de abdução alienígena, que já foi apresentado em vários simpósios de ufologia por Budd Hopkins (1931-2011) um dos pilares da ufologia e autor de obras como “Missing Time” e “Intruders”, e que conta com o apoio várias testemunhas, poderia agora ter sua autenticidade revelada e comprovada de acordo com um documento encontrado, e enviado por fonte que nos pediu ser mantida no anônimato.
  
O caso tem como vítima, Linda Cortile Napolitano. Ela alegava ter sido abduzida por extraterrestres quando estava em seu apartamento no décimo segundo andar, situado no lado leste de Manhattan (Nova York), em novembro de 1989. Segundo relato da vítima e documento quase ilegível, mas com segmentos e rastros de texto que se relacionam com o caso narrado, três testemunhas em um carro a dois quarteirões do local, observaram a vítima e seres estranhos, envolvidos por uma luz azul e branco, flutuando para fora da janela do apartamento.



Este relato extraordinário teria sido confirmado, segundo Hopkins, por uma importante testemunha. O peso em ouro deste testemunho para o caso, viria de fonte incontestável e idônea, porém que não se envolveu publicamente com declarações, por ser nada mais nada menos do que o secretário geral das Nações Unidas - Javier Perez de Cuellar. Outra testemunha teria sido uma mulher que estava na ponte do Brooklyn quando observou o suposto seqüestro extraterrestre, confirmando a presença de luzes estranhas e “corpos flutuando”. Fato curioso é que a vítima, posteriormente ao dia do acontecido, teria se queixado de sangramentos no nariz, o que ficou constatado como agente causador um corpo estranho. Realizado um raio-X da região do nariz, teria aparecido um corpo que foi chamado de implante. O caso tem muitos aspectos exóticos e que parecem sair de um romance de ficção científica, no entanto vários ícones da ufologia e especialistas (profissionais da área médica e psicológica) que estiveram envolvidos no caso, e que analisaram o comportamento da vítima e suas declarações, disseram que não existem evidências de uma suposta tentativa de homicídio. As implicações, no entanto, para a compreensão no campo da ufologia são ainda muito discutidas. Para ilustrar o caso, um dos episódios da série Projeto UFO tem grande semelhança com o caso ocorrido com Linda Cortile e deve ganhar uma atenção especial. Quem conseguir adquirir os DVDs da série e assistir ao episódio confirmará a semelhança. Documentos “scaneados” dos arquivos CLASSIFICADOS de alguns governos do mundo começam a escorrer pela malha digital rompida da internet e acabam por mostrar que nem tudo da área ufológica são apenas visões, alucinações em grupo ou material para filmes e séries. 

O documento mostrado logo abaixo, foi enviado por fonte que afirma ter total certeza de sua veracidade, contudo mantenho minha posição, como administrador do CD e PQA, de sempre questionar a autenticidade do material que recebo. O documento tem baixa qualidade gráfica, dimensões pequenas, poucos segmentos legíveis, no entanto teria sido segundo fonte, garimpado dos lotes digitais de casos catalogados como CLASSIFICADOS nos antigos, e já descontinuados, arquivos sobre óvnis do Reino Unido. Resta saber agora se este documento tem consistência. Se for autêntico, por que um documento, sobre um caso ufológico desacreditado, ocorrido em Nova York – EUA estaria fazendo nos arquivos britânicos?




Observe dentro da elipse, que marquei em cinza, o nome de Linda Napolitano. O segmento na parte de baixo do documento seria o conteúdo do texto apagado na parte superior, mas devido à baixa resolução do documento qualquer análise mais conclusiva torna-se impossível.



Texto e pesquisa: Gério Ganimedes
Colaboração: Perva Ganimedes

Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Corneta Diário©©


FBI e os Registros de OVNIS – The Vault


Projeto Livro Azul - The Vault
Clique na imagem para ampliar

Por Gério Ganimedes


No decorrer da história os casos anômalos de avistamentos de objetos voadores, luzes misteriosas, pessoas saindo flutuando de suas residências, carros sendo perseguidos por luzes e raios de luz quente, carregaram nossa mente com informações que na maior parte ganharam explicação, entretanto um projeto do governo americano chamado Projeto Livro Azul registrou eventos bizarros que acumularam números significativos nos documentos do protocolo de n° 62-83894 entre 1947-1969.  

O projeto aberto pelo governo americano visava abrir uma investigação para tentar explicar o fenômeno óvni que caminhava paralelamente à guerra fria instalada entre americanos e russos, que se tornava preocupação constante na vida dos cidadãos americanos da época, contudo os rumos das investigações tomadas pelos “técnicos” selecionados pela aeronáutica estadunidense tomaram caminhos que acabaram por revelar que a intenção maior dos anotadores de eventos (os militares selecionados para o Projeto Livro Azul não tinham nenhum conhecimento da causa ufológica) era na verdade tentar convencer os envolvidos e testemunhas de que tudo tinha uma explicação terrestre e que não deveria causar nenhum tipo de preocupação. Talvez numa intenção de expor os “esforços” militares, para tranquilizar os cidadãos, uma série televisiva foi colocada no ar em território americano e também foi exportada para outros países,  a série de nome – Project U.F.O. (Project Blue Book - embutido) ou Projeto UFO no Brasil, tornou pública esta tentativa bi-direcional de tratar o tema ÓVNI  com episódios fantasiosos e de cunho tendencioso de explicar um fenômeno extraterrestre real, em ilusório, fantasioso ou no máximo de tecnologia terrestre espacial e secreta dos EUA.

 Série televisiva Projeto UFO
1978-1979

Analisando os documentos disponibilizados no The Vault, posso dizer que não foram tão insignificantes os números apresentados por este projeto. Veja a figura do post retirada da página do The Vault e observem os valores acumulados de eventos, casos explicados e casos que ficaram sem explicação. Para uma conclusão mais apurada tentaremos resgatar para a próxima postagem, documentos ligados ao Projeto Livro Azul.


Fiquem bem

Texto: Gério Ganimedes
Colaboração nas pesquisas: Perva Ganimedes
Fonte: The Vault


Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Corneta Diário©©


segunda-feira, 8 de julho de 2013

Wikileaks e as Revelações sobre OVNIS



Por Gério Ganimedes

A partir de eventos mais antigos, mas significativos no contexto da história ufológica, daremos introdução às pesquisas, trazendo as conexões para eventos, fatos e documentos da atualidade expostos pelo portal Wikileaks.

Incidente do Óvni sobre Teerã, Irã – 19 de setembro de 1976.

 Phantom F-4 
Um óvni foi observado visualmente e capturado pelo radar sobre a capital do Irã, Teerã, durante as primeiras horas da manhã de 19 de Setembro de 1976. Durante o incidente, dois jatos Phantom (F-4 II), enviados para interceptar o óvni, supostamente perderam instrumentos e comunicação quando se aproximaram do objeto, situação que só foi restaurada após o afastamento do objeto voador não identificado. Um dos aviões supostamente também sofreu uma falha temporária no sistema de armas, enquanto se preparava para abrir fogo. O incidente foi registrado na Agência de Inteligência de Defesa dos EUA (DIA), com quatro páginas completas e bem detalhadas do incidente e distribuídas para a Casa Branca, para o secretário de Estado, Agência de Segurança Nacional (NSA) e a Agência Central de Inteligência (CIA). Este incidente continua a ser um dos encontros entre militares e óvnis mais bem documentado dos fenômenos anômalos da história e vários altos oficiais militares iranianos que estiveram envolvidos diretamente com os eventos, passaram para registro público, afirmando suas crenças de que o objeto não era de origem terrestre. Este evento vem a confirmar a veracidade das supostas mensagens entre autoridades, que surgiram num documento na página do Wikileaks conforme link e tradução abaixo:


Mensagem: 25 de setembro de 1976

Parte 1

Ontem, dia 23 de setembro, Housni Benslimane, Comandante da Guarda Real, pediu para me ver aproximadamente às 10h00min horas, no mesmo dia. Quando ele chegou, Benslimane disse que o rei tinha enviado um comunicado sobre avistamentos de objetos voadores não identificados (ÓVNIS) no Marrocos, na noite de 18-19 de setembro. De acordo com Benslimane, o policial recebeu chamadas da área de Agadir, Marrakech, Casablanca, Rabat, Kenitra e outras áreas relatando avistamentos de ÓVNIS entre 01h00m e 01h30m, da noite entre 18-19 setembro. Os relatórios destes locais amplamente separados foram muito semelhantes, informando que o objeto sobrevoou estes lugares de sudoeste para nordeste, era prateado de forma circular, luminoso e liberava trilhas intermitentes de faíscas e fragmentos brilhantes e não fazia barulho. Ele me prometeu fornecer mais detalhes hoje, dia 24 de setembro e pediu que eu fornecesse qualquer informação que tivéssemos sobre estes avistamentos. Benslimane disse que o rei estava pessoalmente interessado. Prometi que faríamos o que pudéssemos.

Parte 2

Hoje dia 24, um grande membro da polícia real Mohamed Lissaoui se reuniu com o DATT e deu-lhe um resumo dos avistamentos. Lissaoui também permitiu ao DATT olhar os desenhos confidenciais

CONFIDENCIAL

PAGE 02 RABAT 05.209 250817Z

OVNI desenhado por diferentes pessoas que o viram incluindo ele próprio.

Parte 3

Os horários dos avistamentos variaram entre 01h00m e 02h00m na manhã do dia 19 de setembro, com a maioria dos avistamentos ocorridos entre 01h00m e 01h30m. As observações foram relatadas de Agadir, kalaa-Sraghna, Essaouira, Casablanca, Rabat, KENITRA e Meknès. Houve um concenso geral de que o OVNI deslocava-se com curso do sul para o norte, paralelamente à costa marroquina no atlântico, numa altitude estimada de 1000 metros e que o óvni não produzia nenhum som.

Parte 4

As descrições dos óvnis ficaram em duas categorias: Formato esférico discóide cor prata luminosa e outro em forma de um tubo grande prateado. Observadores informaram que o objeto soltava partículas brilhantes na parte de trás.


Parte 5

O major Lissaoui disse que ele foi enviado para o DATT para falar sobre o assunto, porque ele mesmo tinha avistado o óvni quando regressava da cidade de Kenitra por volta de 01h15m pela manhã. Ele descreveu o óvni como que voando paralelamente à costa, numa velocidade relativamente lenta, como se fosse uma aeronave aterrissando. Primeiro lhe pareceu um objeto em forma de disco, mas com sua aproximação ele viu o objeto com forma tubular luminosa.

Parte 6

Eu sinceramente não sei o que fazer com estes avistamentos, embora eu ache intrigante a semelhança das descrições relatadas em locais diferentes. Em qualquer caso, eu desejo poder responder prontamente ao pedido do Rei Hassan sobre as informações e gostaria de receber qualquer coisa que você possa fazer para me ajudar nesta.

Anderson

CONFIDENCIAL


NNN

Ligações entre eventos e documentos tornam claro o conhecimento militar e das autoridades dos mais altos postos do governo. A preocupação é clara principalmente pelo fato de perderem a força de ação diante de uma tecnologia superior.

Fiquem bem

Texto, tradução e adaptação: Gério Ganimedes
Colaboração: Perva Ganimedes

Gério Ganimedes
Direitos Reservados – Corneta Diário©©



Agência Nacional de Segurança dos EUA – O Monitoramento Cibernético e os Óvnis

Estamos na Teia da Aranha Construída pela NSA



Por Gério Ganimedes


Iniciando uma nova etapa de pesquisas, o Corneta Diário, passará a tratar, de agora em diante, de assuntos direcionados a ufologia investigativa oficial. Abordaremos aqui neste espaço investigações sobre documentos, avistamentos e relatos incluídos em bases de pesquisa oficial.  Mostraremos a face da casuística OVNI e os relatos que envolvem pessoas e organizações ligadas aos governos das superpotências.  


DARPA HTV-2 
(OVNIS Terrestres) Confundir é melhor do que explicar!

Nomes como Glenn Greenwald, NSA e DARPA ganham fluorescência em alguns sites e saltaram entre os textos que circulam na web nas últimas vinte e quatro horas, principalmente após declarações sobre monitoramento “oficial” estadunidense sobre as comunicações telefônicas e acessos na internet.  Há tempo temos acompanhado as divulgações do The Vault, página da DARPA (The Defense Advanced Research Projects Agency) ou Agência de Projetos Avançados de Pesquisa e Defesa e outros sites governamentais que disponibilizam documentos sobre armas de alta tecnologia, óvnis, casos de desaparecimentos misteriosos de cidadãos (abduções) e eventos atmosféricos “inexplicáveis” com seus projetos chamados de “desclassificados”. No entanto, sabemos que nesta nossa caminhada através da rede de bits estamos sendo monitorados há muito tempo, por organismos especializados como a NSA, mas mesmo diante desta espécie de “aviso intrínseco de afastem-se”, transmitido pelos noticiários, mudaremos nossas diretrizes e tornaremos nossos objetivos ainda maiores, não ficando apenas mostrando fotos e vídeos de óvnis para análise e apreciação dos leitores. Vamos adentrar um arquivo muito mais X do que o seriado mostrava ou limitava-se a mostrar. Aguardem, pois, faremos muito mais que o Agente Mulder fez, por desconfiar que a “verdade está lá fora”.

Fiquem bem

Texto: Gério Ganimedes
Colaboração: Perva Ganimedes

Gério Ganimedes

Direitos Reservados – Corneta Diário©©

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...